top of page

Mestrado em Enfermagem Médico-Cirúrgica

Duração

Idioma

ECTS

Vagas

Regime

18 meses

Português

90

30

Pós-Laboral

Apresentação

O Mestrado em Enfermagem Médico-Cirúrgica resulta de um consórcio estabelecido com a Escola Superior de Saúde de Santa Maria – Porto. Fundamenta-se nos projetos educativos da ESESJCluny e da ESSSM, assegurando um caráter humanista, onde impere o respeito e dignidade de todos os intervenientes.
Assim, a ESESJCluny e a ESSSM comprometem-se a proporcionar aos enfermeiros, formandos do CMEMC, as condições necessárias ao desenvolvimento pleno das suas potencialidades, no sentido da aquisição e desenvolvimento de competências comuns e especializadas em Enfermagem Médico-cirúrgica, permitindo-lhes assim proporcionar cuidados de enfermagem altamente diferenciados à pessoa em situação crítica, paliativa ou perioperatória.

O Plano de Estudos foi concebido de modo a permitir o desenvolvimento e consolidação das competências requeridas para a gestão e prestação dos cuidados de enfermagem especializados tendo como alvo a pessoa em situação crítica, a pessoa em situação paliativa e a pessoa em situação perioperatória. Teve em consideração as diretrizes do Processo de Bolonha, prevendo a utilização de metodologias e estratégias que incentivem os formandos a um significativo envolvimento e responsabilização nos processos de ensino-aprendizagem, estimulando a autoformação.

O Curso de Mestrado em Enfermagem Médico-cirúrgica prevê a existência de um tronco comum correspondente a 12 ECTS, subdividindo-se depois em três áreas com 78 ECTS, totalizando cada um 90 ECTS, correspondentes a 2430 horas. O Curso comtempla ainda duas componentes, uma teórica e outra clínica, cujos ECTS e respetivas cargas horárias se sintetizam no Quadro I.

Coordenação do curso

CristinaP_edited_edited_edited.png

Cristina Pestana
Doutor(a)

Curriculum vitae

Objetivos Gerais

a) Demonstrar conhecimentos profundos na área científica de Enfermagem Médico-cirúrgica e os desenvolva com recurso à atividade de investigação, inovação e aprofundamento das suas competências profissionais

b) Compreender e resolver problemas em situações novas ou em contextos alargados e multidisciplinares, no exercício da atividade profissional especializada na área da Enfermagem Médico-cirúrgica

c) Integrar conhecimentos especializados da área de Enfermagem Médico-cirúrgica, lidar com questões complexas, desenvolver soluções ou emitir juízos, considerando as implicações e responsabilidades éticas e sociais associadas

d) Comunicar as suas conclusões, os conhecimentos e raciocínios a elas subjacentes, quer a especialistas quer a não especialistas, de uma forma clara e sem ambiguidades

e) Evidenciar competências que lhe permita uma aprendizagem autónoma ao longo da vida

Estatuto Profissional

O curso de Mestrado em Enfermagem Médico-cirúrgica organiza-se a partir de um tronco comum que visa permitir o desenvolvimento das competências comuns do enfermeiro especialista (Regulamento n.º 140 - 2019, de 6 de fevereiro - Regulamento das Competências Comuns do Enfermeiro Especialista) subdividindo-se depois em três das quatro áreas previstas no Regulamento nº 429 - 2018 de 16 de junho da Ordem dos Enfermeiros: Pessoa em Situação Crítica, Pessoa em Situação Paliativa e Pessoa em Situação Perioperatória.
Na elaboração do Plano de Estudos foi considerado o enquadramento legal português da Profissão de Enfermagem (Estatuto da OE, Código Deontológico, REPE, requisitos para atribuição do título profissional de Enfermeiro Especialista), as diretrizes emanadas pela OE para os programas formativos em Enfermagem Médico-Cirúrgica em cada uma das áreas mencionadas, o Regime Jurídico dos Graus e Diplomas do Ensino Superior (Dec.-Lei nº 65 -2018 de 16 de agosto) e, ainda, os princípios inerentes ao Processo de Bolonha.

Condições de Acesso 

- Ser titular de uma licenciatura em Enfermagem ou equivalente legal ou titular de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos de Enfermagem organizado de acordo com os princípios do processo de Bolonha por um Estado aderente a esse processo, ou titulares de um grau académico superior estrangeiro reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo órgão científico da Escola Superior de Enfermagem de São José de Cluny, ficando estes últimos dispensados do cumprimento das alíneas seguintes;
- Ser titular da cédula profissional ou certificado de inscrição na Ordem dos Enfermeiros, devidamente atualizados; na situação de estudantes nacionais;
- Ter dois anos de exercício profissional à data de candidatura.

Plano de Estudos

Taxa da Empregabilidade

100% >

Último(a) candidato(a) colocado(a)

(sob consulta)

Propinas >

320 euros (x 18 mensalidades)

ou 262 euros (x 22 mensalidades)

Equipa Docente

Parceiro(s):

Bruna Raquel Figueira Ornelas de Gouveia

(Especialista em Enfermagem de Reabilitação, Doutora em Enfermagem)

Maria Luísa Vieira Andrade dos Santos

(Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, Doutora em Enfermagem)

Maria Merícia Gouveia Rodrigues Bettencourt de Jesus

(Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, Doutora em Enfermagem)

Noélia Cristina Rodrigues Pimenta Gomes

(Mestre em Enfermagem Médico-Cirúrgica, Doutora em Enfermagem)

Rita Abreu Figueiredo

(Especialista em Enfermagem Comunitária, Doutora em Enfermagem)

Abel de Mendonça Viveiros

(Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica - área de Cuidados Paliativos, Doutora em Enfermagem)

Daniel Cunha

(Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, Mestre em Enfermagem)

Goreti Marques

(Especialista em Enfermagem Infantil e Pediátrica,

Mestre em Gestão e Administração dos Serviços de Saúde, Doutora em Enfermagem)

Márcia Dias Alves

(Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, Doutora em Ciências da Enfermagem)

Sandra Catarina Fonseca Simões da Silva

(Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica - área de Cuidados Paliativos,

Doutoranda em Enfermagem)

esssmaria.png
bottom of page